quinta-feira, 31 de maio de 2012

Anti-stress




Na semana passada, a Zuky e a Izzi uniram-se numa reivindicação, com pré aviso de greve ás horas de ponta! Exigiam vadiagem sob pena de caso não fossem atendidas entrarem ambas em greve ás horas de ponta, e para mostrar que não estavam a brincar, a Zuky desatou outra vez a roncar, com a junta de escape a dar sinal de que estava outra vez na hora de a substituir!

Claro que com ameaças destas não se brinca, e 5ª feira, lá foi o marido a correr á MotoBelas resolver o problema.

Entretanto, como tínhamos um convite de um companheiro para passar um fim de semana na Serra do Açôr, com promessa de um belíssimo passeio, resolvemos aproveitar!

Eu até tenho uma casa de familiares próximos na zona onde poderia ficar, mas desta vez nem coloquei essa hipótese, e sexta feira foi sair directamente do trabalho para a vadiagem!

O jantar foi em Monte Redondo, em casa dos companheiros Adolfo e Isabel do CPM, (os mentores do encontro Nacional de Maxiscooters), e a dormida foi em nossa casa, em Vieira de Leiria, e sábado ás 9:00 da manhã saímos de Monte Redondo nós os 2, o Adolfo e a Isabel na sua Yosung barulhenta e uma Varadero com mais 2 vadios – O Jorge e a Ana Bela.

Em Condeixa apanhámos mais 2 companheiros do CPM (O João e a Viviane) e algures pelo caminho, o anfitrião Jorge Pinto (também do CPM) apanhou-nos.

No local do almoço juntaram-se nos a esposa e a cunhada do Jorge Pinto, no enlatado de apoio destacado para a vadiagem deste fim de semana, e de barriguinhas cheias, saímos com destino á Serra da Estrela.

Já na torre, juntou-se a nós o casal Marques, e agora sim, estava completo o elenco de mais um fim de semana inesquecível!



A boa disposição, como sempre foi soberana...




Só tenho fotos a partir daqui, porque o cartão de memória onde registei os momentos anteriores perdeu-se algures entre a Serra da Estrela e a Serra do Açõr, mas na alma e na minha memória ficaram ainda assim alguns registos que por força das circunstâncias não posso mostrar.




Mesmo com um cartão de memória a menos, consegui chegar a casa com quase 500 fotos, e posso dizer que apesar de conhecer bastante bem a zona (até 2004 tive casa em Corgas (Pomares), e ainda tenho primos direitos que mantêm uma casa na Sorgaçosa) estive em locais que nunca tinha ouvido falar!
Entrei em modo “Gracinda Ramos” e desesperei todos com a incessante busca do melhor ângulo, e com os ziguezages provocados pelos disparos enquanto conduzia, e claro as paragens inusitadas!... Atrás de mim seguiam as senhoras no enlatado de apoio, e volta não volta, lá as obrigava a mais uma paragem.


Na Torre ainda havia uns restinhos de neve para umas brincadeiras,
 













 Foi um dia de alegre vadiagem, com curvas daquelas que que nos deixam com sorrisos de orelha a orelha, e foi terminar em casa do Jorge Pinto, onde ficámos muito bem instalados, e onde dormimos depois de um animado serão á descoberta dos sabores das garrafas do bar do companheiro...

O Jantar de sábado na quinta do Mondego foi tão abundante, que as sobras ficaram para o almoço de Domingo, num saboroso e divertidíssimo piquenique.




Continuará...

3 comentários:

Vadio da XT, Lda disse...

Espectáculo...
não há nada como uma voltinha para carregar baterias LOL

Mas fiquei cheio de inveja (numa maneira de dizer) quando vi aquela foto da neve...
não pela neve... mas pelas bandeirinhas que estão coladas no "porta luvas"

Venha a continuação...
Cumps
Edgar

Filipe disse...

Que belo passeio!!! Já tinha saudades de ler por aqui uns relatos destes! Adorei a crónica, principalmente quando referes que entraste em modo "Gracinda Ramos", eheheheh. Eu já li o blog dela de ponta a ponta e percebo bem o que queres dizer :D

Resta-me desejar continuação de bons passeios, sempre que a vida permita. E espero um dia destes rolar convosco (mais devagar, é certo) porque também já tenho saudades disso!

Bjs e um abraço.
Filipe Neves

Tuga100Juízo disse...

Edgar,

É sempre um prazer saber que passas por aqui ;-)
As bandeirinhas foram oferecidas por uma companheira do CPM, e representam os países que a Zuky visitou em 2011. Infelizmente em 2012 não vou poder acrescentar nenhuma :(

Filipe,

Mais devagar porquê?
Eu nunca ando depressa, e muito menos quando ando na vadiagem! gosto de apreciar a paisagem, levo sempre a câmara montada para ir fazendo uns disparos para mais tarde reviver ;-)