terça-feira, 19 de julho de 2016

Marrocos - Ouartazate a Marraquexe

Deixámos Ouarzazate, e tínhamos pela frente um dia cheio!
À beira da estrada, "lojas" de todo o tipo,...
 photo 1 1_zpsaaiw6gvh.jpg
Camelos,...

 photo 1 2_zpstyveg6i0.jpg
Fomos espreitar Ait Ben Haddou, que serviu de cenário a alguns filmes bem conhecidos como Lawrence da Arábia, A Múmia, Gladiador, etc.
É uma povoação engraçada, como tantas outras que passamos, que se confunde com a paisagem, porque é construída em adobe, que assume sempre as cores do locais, porque o material (lama e palha) são recolhidos no próprio local de construção.
Está mais ou menos abandonada, e já só lá vivem meia dúzia de famílias, mas continua a ser muito bonita, e diferente, porque basicamente não há casas, mas apenas kasbahs, que são uma espécie de pequenas fortalezas. 
Quando nos dirigíamos para lá aconteceu uma coisa engraçada: A estrada, como tantas outras, estava em muito mau estado, a dado momento parámos para eu tirar fotos, e ía a passar um rapaz a quem o marido aproveitou para perguntar se valia a pena continuar. O rapaz reconheceu-nos logo, pois na véspera tínhamos lhe comprado uma mini tagine para trazer de recordação!
Ele trabalhava de dia a vender na berma da estrada, e á noite trabalhava numa pequena loja em Ouarzazate. Recomendou-nos a não continuar, porque o que havia para ver estava ali, e a estrada piorava muito, não sendo recomendável para as nossas motas, e quando um marroquino nos diz isto,... eles passam em todo o lado com as scooters,... por isso achamos melhor confiar nele ;-)

 photo Marrocos 1637_edited_zpsz8ohwvfx.jpg

 photo 1 11_zpsm7nwymqo.jpg

 photo 1 12_zps5074xg60.jpg

 photo 1 23_zpstbjihhjk.jpg

 photo 1 26_zps0qhvvfnl.jpg
Uma pilha de "tijolos" pronta para construir ou reconstruir :-)

 photo 1 27_zpsgwlqafju.jpg

 photo 1 28_zpsbwabovca.jpg

 photo 1 29_zpsox2umbke.jpg

 photo 1 30_zpskdhndpit.jpg
Um dos locais de extracção da matéria prima para a construção:

 photo 1 31_zpsuvrhopzw.jpg
E claro, pelas bermas íamos passando por grandes cargas...
 photo 1 36_zpsnjzhumim.jpg
O caminho era duro :-O

 photo 1 39_zpsqn7lmnr5.jpg

 photo 1 42_zpsdeprrzfj.jpg

 photo 1 49_zpsddsvis7r.jpg

 photo 1 52_zpscglfyicp.jpg
A seguir, começámos a subir o Atlas!
Parámos para um chichi e um café no Col du Trichka que fica a 2260 metros de altitude, no local onde quase todos os viajantes param, e estava cheio de holandeses de auto-caravana!
 photo 1 70_zpszku7ksrj.jpg
Fomos logo cercados de marroquinos das lojas, e apesar de até estar avisada, não tinha levado nada para oferecer.
Este em particular foi muito insistente, e conseguiu arrancar ao marido a única caneta que ele tinha, com a promessa de lhe dar alguma coisa em troca, e só assim nos largou para podermos subir ao café e usar o wc!
 photo 1 75_zpszqivpq8k.jpg
O café e as diversas bebidas à base de café eram excelentes em todo o lado!

 photo 1 60_zpsp1qmgvgv.jpg

 photo 1 61_zpsydnqvis9.jpg

 photo 1 62_zpsocsalaxd.jpg
O Horácio tinha lá deixado um tóculante do Moto clube de Albufeira, mas só conseguimos encontrar o de Loulé.
 photo 1 68_zpsp8hdao1c.jpg
Claro que lá deixámos o nosso!

 photo 1 64_zpsrlpva070.jpg

Fomos cobrar a troca da caneta, mas já se tinha esquecido, e não queria dar nada! A muito custo, lá nos deu uma pedrita...
 photo 1 72_zpsumg6nb7c.jpg

 photo 1 74_zpsc1slxv7i.jpg
Seguimos viagem.
Mais "lojas"...

 photo 1 76_zpshlxpcqyf.jpg
Mais cargas impossíveis...

 photo 1 77_zpsmckvzt04.jpg
Mais "alcatrão de boa qualidade"...

 photo 1 79_zpsd6sizzhe.jpg
A D. Paula Santos, que é uma agente de viagens que já organizou dezenas de viagens por Marrocos, avisou-nos que com motas costuma fazer ao contrário do que nós fizemos, porque com as motas não arrisca fazer a parte em obras a descer mas nós teríamos que inverter todo trajecto, e decidimos não mudar nada, pelo que fizemos a descida do Atlas pelo lado em obras!

 photo 1 81_zpshms2pjkz.jpg

 photo 1 84_zpsl8a3yznt.jpg

 photo 1 86_zpsxso27iva.jpg

 photo 1 88_zpsojz7sedf.jpg

 photo 1 94_zpsu6th9svz.jpg

 photo 1 96_zpstw4vihgp.jpg

 photo 1 99_zps1y2yuver.jpg
Foi uma boa injecção de adrenalina, e a OLga veio quase sempre em "modo de segurança" mas correu bem e foi muito divertido!.

 photo 1 100_zpsspl2ddro.jpg

 photo 1 103_zps3ikhzwrp.jpg
e lá vinha mais uma carga...

 photo 1 104_zpsyefpcwp6.jpg
E mais uma povoação que se confunde com a paisagem...

 photo 1 107_zps6fqvjmyp.jpg
 photo 1 109_zpsbxqdg4j1.jpg

 photo 1 110_zpsdopxdaxi.jpg
Parámos para almoçar num local onde aparentemente também muitos viajantes param, pois os tóculantes eram muitos!
 photo 1 134_zpspwcp939f.jpg

 photo 1 121_zpsynvexlc0.jpg
Tinha uma vista fabulosa!

 photo 1 123_zps7cvcld85.jpg
Variámos a ementa... pão, azeitonas e omeletes!

 photo 1 128_zpsxbcpsv5f.jpg
E juntámos mais um tóculante ao que já lá estavam.

 photo 1 131_zpsewowgvzc.jpg

 photo 1 135_zpsr7q0ugzu.jpg

A chegada a Marraquexe foi um pouco confusa!
Apesar de até nem ter razão para recear, a verdade é que não me atrevi a entrar na cidade mais comercial de Marrocos com o telemóvel montado na mota, e por isso andámos ás voltas, no meio da confusão e das obras, e acabamos mesmo por entrar inadvertidamente na medina, onde não é suposto circularem veículos a motor, mas onde todos os veículos que cabem, entram!

Sem comentários: