domingo, 3 de julho de 2016

Marrocos - O Deserto

Acordámos antes das 04:00 e à hora combinada lá estávamos à porta do hotel.
As nossas motas estavam guardadas dentro de uma mini arrecadação a céu aberto, mas fechadas a 7 chaves e "guardadas" por um guarda que tive que ir acordar, pois tinha deixado o tripé na OLga.
O Guia chegou. Não fixei o nome, mas tenho ideia que era mais um Hassan, mas por esta altura já tínhamos adoptado a fórmula do companheiros Geraldescity do Rocking Abroad e chamávamos "Mohameds" a todos os marroquinos, apesar de em boa verdade, não nos ter calhado nenhum Mohamed.
Arrancámos pela noite dentro, e estava uma noite bem escura! ainda andámos alguns km em estrada, mas a maior parte do trajecto já foi feito fora de estrada, na mais completa escuridão, aos saltos e solavancos. Confesso que foi um bocado assustador :-O
Uma coisa tenho que dizer em abono da verdade! senti-me desconfortável com muita coisa em Marrocos, mas nunca me senti verdadeiramente insegura, coisa que infelizmente não posso dizer quando ando de noite na rua, na minha cidade...
Mas admito que enquanto ia aos saltos dentro de um jeep desconhecido, conduzido no meio da escuridão, por um completo estranho num país tão diferente, me passou pela cabeça que talvez não fosse a coisa mais sensata que fiz na vida. A verdade é que foi apenas um pensamento fugaz, pois tal como já tinha lido em blogues e fóruns, não há registo de situações de perigo por aquelas bandas, a não ser o perigo de ser levado a comprar alguma coisa que não  se quer por um preço exorbitante ;-)
Finalmente chegamos a um edifício, um Kasbah no meio do deserto, e o "guia" disse-nos para sentar um pouco a descansar.

 photo Marrocos 805_zpsid98aijn.jpg
Aproveitámos para fazer as honras ;-)

 photo Marrocos 810_zpstjrtkgtp.jpg
Lembro que o combinado com o recepcionista era que o guia não nos tentaria vender nada!...
E ele "cumpriu"...
Mas claro que mal nos deixou no Kasbah, desapareceu, e por "milagre", apareceram outros "Mohameds" que nos tentaram impingir uma viagem de camelo nas dunas...
Recusámos, alegando que o marido tinha medo de camelos, e resultou ;-)
O guia reapareceu passado um bocado, e não gostou muito que tivéssemos recusado os camelos, porque isso o obrigava a levar-nos a pé até ás dunas.
Mas lá nos encaminhou até ao início das dunas, e indicou-nos que bastava subir e andar um bocado na "crista" das dunas até encontrar um local que nos agradasse para ficar à espera.
Assim fizemos!
Com os telemóveis a servir de lanterna, lá fomos galgando as dunas, e "abancámos" na crista de uma duna à espera.
Algum tempo depois, começa no horizonte a surgir uma muito ténue luz...

 photo Marrocos 822_zpsiqoottyw.jpg
Fomos "brincando" por ali, e ouvíamos vozes á distância, mas naquela altura eram apenas vozes, pois não se via absolutamente nada.

 photo Marrocos 831_zpsqe2fqomv.jpg

 photo Marrocos 832_zpsb5vndedl.jpg

 photo Marrocos 849_zpsthjb356h.jpg
 photo Marrocos 862_zpstx6bxvzr.jpg
E há hora marcada, ele rompe!
 photo Marrocos 941_zpsfe5rl3zr.jpg

 photo Marrocos 967_zpslsgwd3sg.jpg

 photo Marrocos 968_zpsepyugv4p.jpg

Lindo!

À nossa volta, as dunas começam a ganhar forma, e um colorido que nunca tinha visto em lado nenhum!

 photo Marrocos 889_zpszobisyxd.jpg

 photo Marrocos 975_zpsc8epmp8l.jpg

Começam a vislumbrar-se silhuetas ao longe de pessoas e de camelos.

 photo Marrocos 872_zpsiuosnyxv.jpg

 photo Marrocos 881_zpsvthnz7js.jpg

E de dentro uma pequena toca na areia, surge um habitante do deserto!

 photo Marrocos 895_zps90lyokeg.jpg
 photo Marrocos 970_zpsccqgtjoq.jpg

 photo Marrocos 988_zps8enpkfej.jpg
Andámos à nossa vontade, a apreciar a maravilha das cores, e a brincar um pouco com as sombras...

 photo Marrocos 1001_zps5pv0sxxl.jpg

 photo Marrocos 1003_zpspkwrrlyf.jpg

 photo Marrocos 1008_zpsevgdxdgi.jpg
Os meus amigos Marques, habituais companheiros de viagem estão sempre no nosso pensamento, e como a Paulinha desta vez não foi, fiz por ela uma brincadeira que sei que ela adora: descer a duna a rebolar :-)

 photo Marrocos 1009_zpstttu8ris.jpg

 photo Marrocos 1011_zpskkphrdpz.jpg

 photo Marrocos 1016_zpsgk1utz0l.jpg
Os turistas que compraram o passeio de camelo, depois do passeio tinham o ritual de chá, que era servido em cima de um tapete, ali mesmo, no deserto, e claro que entretanto, lhes vendiam tapetes ;-)
É incontornável!

 photo Marrocos 1022_zps6yneyzrb.jpg

 photo Marrocos 1028_zpsgjm1mqbv.jpg
Nós regressámos ao Kasbah onde o nosso guia nos aguardava, e arrancámos pelo meio do deserto, novamente aos solavancos.

 photo Marrocos 1038_zpseuunfqey.jpg
De vez em quando lá se encontrava um Kasbah ou  uma Riad, normalmente a funcionar como hotel para turistas TT.
 photo Marrocos 1039_zpsgazt0yn1.jpg

 photo Marrocos 1051_zpsnue1yqym.jpg

 photo Marrocos 1052_zpsdt58ackg.jpg
E no meio de nada, também iam aparecendo poços de água, quase sempre com uma mulher a abastecer-se.

 photo Marrocos 1059_zps7umzofuc.jpg
A dado momento, o Jeep para, junto de um poço, e o guia mostra-nos como é a água que se bebe por aquelas paragens.

 photo Marrocos 1063_zpsgimw0ysh.jpg
..."por vezes até comemos girinos"...
Ele bebeu, mas recomendou-nos que não fizéssemos o mesmo, como se fosse necessário dizer alguma coisa :-O

 photo Marrocos 1064_zpsyw8dgk5v.jpg
A água seguia por um canal, que depois do poço se encaminhava a céu aberto para dentro de um oásis, onde funcionava como canal de rega, e seguimos o guia para dentro do palmeiral.
 photo Marrocos 1072_zpsls8lttyu.jpg
Mais á frente, num desses  canais de rega, um outro habitante, este um pouco maior:

 photo Marrocos 1071_zpsryeyyel2.jpg

Alí cultivava-se tudo, desde as amêndoas, passando pelo fruto do argan, até ás couves, iguaizinhas ás que cultivo no meu quintal, só que aqui têm que estar protegidas do sol escaldante por palmeiras, e das tempestades de areia por barreiras feitas de canas.

 photo Marrocos 1074_zps1ww34awl.jpg

 photo Marrocos 1075_zpsnw7s5urz.jpg

 photo Marrocos 1079_zpsssy86rec.jpg

 photo Marrocos 1093_zpsjagtkucn.jpg
Mais à frente, novamente no meio de nada, uma casa!
Para o jeep, sai do mesmo e do porta bagagem tira um garrafão de água e manda-nos sair. 
 photo Marrocos 1112_zpsw4ayvtwq.jpg
Claro que comentei logo com o marido o que seria que nos iriam tentar vender!...

 photo Marrocos 1096_zpstgp0wwqv.jpg
Com a água do garrafão, molhou umas pedras que havia por lá, revelando uma infinidade de fósseis!

 photo Marrocos 1097_zpsb7ntgmm8.jpg

 photo Marrocos 1101_zpswmbgjh8h.jpg

 photo Marrocos 1106_zpsxjuat0ud.jpg

 photo Marrocos 1108_zpsprkb4w1b.jpg

 photo Marrocos 1110_zpscthz5zrk.jpg

 photo Marrocos 1111_zpstkdan5eg.jpg
Em volta da casa havia claros vestígios de que alguém ali trabalhava, desenterrando os fósseis, e quase de certeza que a paragem era para alguém nos vender uns quantos, só que o vendedor não estava, e o guia andava de um lado para o outro, à procura, e a falar ao telefone.

Desapareceu para trás da casa e ficou por lá um bom bocado, e quando voltou, deu para perceber o que tinha estado a fazer,... e não era Marlboro ;-)

 photo Marrocos 1113_zps7owviuby.jpg

 photo Marrocos 1114_zpsompjfwug.jpg
Claramente o vendedor não estava por perto, e pedi-lhe para regressar, alegando que estava cansada, porque o sol já ia alto, e ali no meio de nada já custava a suportar.

 photo Marrocos 1115_zpsqlxowvl0.jpg
Regressámos a Arfoud, mas ainda antes de entrar na cidade, apanhei um valente susto, pois subitamente o jeep começa a subir por uma colina onde não havia estrada, e foi realmente assustador, apesar de ser visível que o condutor sabia o que fazia e estava acostumado a fazer aquilo.
Valeu a pena!

 photo Marrocos 1119_zpsa4qepoyw.jpg

 photo Marrocos 1121_zpsco9oelim.jpg

 photo Marrocos 1131_zpsoh88xlaj.jpg
Em Marrocos encontra-se pessoas nos sítios mais incríveis

 photo Marrocos 1134_zpsq9r2nxwx.jpg
Chegámos ao hotel e fiz uma terrível descoberta de que já tinha suspeitas! - tinha-me esquecido do fato de banho!...

 photo Marrocos 1135_zpsle1ru4ff.jpg
Tomámos o pequeno almoço (cadê o reforço prometido na véspera?...)
Enfim... Marrocos é Marrocos ;-)
 photo Marrocos 1137_zpsib9yb900.jpg
 photo Marrocos 1143_zpsab7yumkd.jpg

Fomos dormir um pouco e depois saímos à procura de almoço, e de um fato de banho, mas há coisas mais fáceis de encontrar em Marrocos, na terra onde tudo se vende!...

 photo Marrocos 1146_zpsy606la9v.jpg

 photo Marrocos 1147_zpsnasyafxm.jpg

 photo Marrocos 1148_zpsbcmaskt6.jpg

 photo Marrocos 1150_zpsxoua4lfa.jpg
Almoçámos num pequeno restaurante, ao lado de outro pequeno restaurante onde por coincidência acabámos por jantar nesse dia.
É que à hora de jantar, fartos de comer sempre as mesmas coisas, perguntámos ao "guarda" das motas onde poderíamos jantar em condições, e claro que ele tinha um amigo,...
Descreveu o sítio, e referiu que à porta estaria o carro do amigo, que era o único carro preto de toda a cidade, e quando estava a tentar telefonar para o amigo, pára junto de nós um carro preto, abre-se o vidro, e o condutor cumprimenta o guarda!
Era o amigo!... 
Acho que  foi mesmo coincidência, mas,... Marrocos têm tantas coincidências destas, que é impossível não pensar...
Apanhámos boleia do dono do restaurante, e jantámos exactamente a mesma coisa que tínhamos almoçado!

 photo Marrocos 1153_zpspp2l2zg6.jpg

Sem comentários: